Dando continuidade ao nosso assunto “Como entrar em contato com seu amparador”. Na primeira parte expus algumas considerações preliminares e diretrizes. Nessa segunda parte entraremos nos procedimentos pertinentes. Um ponto fundamental em que o estudante deve se atentar é em sua própria intenção e desejo em relação a isso. O desejo e a intenção é a chave principal que abre as portas para o espiritual. É portanto, o que vai caracterizar o seu sucesso ou fracasso.






O JEJUM

Sem entrar em detalhes teológicos nem filosóficos o jejum em síntese é um catalizador energético que amplia e fortalece a intenção possibilitando que essa se realize tanto internamente como externamente. A Bíblia cita inúmeras vezes o jejum e a sua pratica para o fortalecimento espiritual. Mas não especifica como ele atua para que haja esse fortalecimento. No decorrer deste texto darei as explicações necessárias. O jejum pode ser usado para fortalecer intenções e desejos tanto espirituais como físicos. Um desejo físico pode ser realizado pelo poder do jejum. Uma intenção espiritual pode ser alcançada pelo poder do jejum. E também podemos causar mal aos outros pelo poder do jejum. A arte do jejum não está atrelada ao bem ou ao mal. Ela é apenas uma técnica de ampliação e energização para realizar uma intenção ou desejo. Pelo poder do jejum podemos abençoar e também lançar maldições. É uma arma para o bem e também para o mal.
Comer e beber é o instinto mais básico de todo ser vivente. O desejo de saciar a fome e a sede faz parte de nossa existência física, e, depois desta, da nossa existência espiritual também. Alimentos físicos para a vida física, alimentos espirituais para a vida espiritual. É inquestionável a necessidade da alimentação tanto no físico como no espiritual. Quando desejamos comer por necessidade de sobrevivência, ou seja, quando sentimos fome. Esse desejo cuja raiz está no instinto de sobrevivência é em sua própria essência uma força impulsionadora, ela nos impulsiona a realizar sua intenção, que é a de saciar a fome. Quando pelo poder da vontade transmutamos esse desejo para um outro objetivo, nós direcionamos essa força impulsionadora para agir e plasmar a nova intenção proposta. Essa força começa a moldar, plasmar e materializar a nossa intenção ou desejo afim de que esse se realize. Em magia cerimonial e invocatória o jejum tem um papel fundamental porque potencializa a intenção do magista e antecipadamente já contata energeticamente o espirito escolhido para o trabalho. Por isso é necessário para o magista iniciante um jejum de pelo menos 7 dias antes do trabalho de invocação.
Para realizar desejos físicos o jejum deve ser feito por 21 dias, descansa-se 7 dias, e torna-se a fazer por outros 21 dias e seguindo esse esquema até que o desejo seja realizado. Qualquer intenção pode ser potencializada pelo jejum.

O Método do Jejum

Um estado mental adequado torna-se necessário para que toda essa energia mental produzida pelo jejum tenha o efeito desejado. Ora, esse estado mental nada mais é do que o desejo intenso de ter o objetivo realizado. Portanto, deve-se agir da seguinte forma. Quando sentir o desejo de comer, direcione esse desejo, essa força, para o seu objetivo, durante o dia apenas com seu pensamento e, a noite, através de uma meditação. Nessa meditação noturna devemos ter uma imagem nítida do nosso desejo sendo bombardeado por uma energia prateada (essa energia é o desejo de comer), e quanto mais essa imagem a bombardeada por essa energia mais nítida se torna. Essa meditação deve ser feita durante a noite quando formos dormir. Durante o dia esse mesmo processo pode ser feito, mas apenas com o pensamento.
Quero deixar claro que esse jejum deve obedecer o metabolismo de cada um. E de forma alguma é deixar-se totalmente sem alimentação. Pode-se ficar sem nenhuma alimentação por um dia ou dois (isso se seu metabolismo aguentar, porque tem pessoas que se ficar muito tempo sem comer passa mal), deve-se avaliar o seu tempo e a sua necessidade. O importante é que sinta fome, e esteja sempre com fome, quanto mais intensa for a sua vontade de comer, melhor será. Então o bom seria que ficasse um dia inteiro sem comer nada (seguindo a orientação dada acima), no outro dia, coma o mínimo que conseguir e assim continue pelo tempo que determinou no seu propósito.

0 comentários:

Postar um comentário

Gostou ou não gostou desse artigo? Seu comentário é importante. Por favor faça um comentário.

Livrarias

 
Top